Vinícolas para ver

28 de setembro, 2015
28.09

Excelência na produção de vinhos não é mais a única preocupação de algumas adegas. Grandes nomes da arquitetura internacional têm sido convidados a assinar projetos em que o design também pesa. Uma das mais recentes a seguir essa tendência é a chilena Viña Vik. Fincada no Vale Millahue, a duas horas de Santiago, a construção mistura-se à paisagem. O caminho que leva ao prédio, projetado pela arquiteto Smiljan Radic, flui em meio a um espelho d`água com rochas de granito. A água ajuda a manter a temperatura ideal no salão subterrâneo, onde são armazenados os vinhos. A Viña Vik possui uma pousada com 22 quartos, nos quais os visitantes são contemplados com uma vista de 360 graus para os vinhedos e a cordilheira.

Direto do futuro
O estilo inconfundível do arquiteto americano Frank O. Gehry, famoso pelo prédio do Guggenheim de Bilbao, está presente também na Marqués de Riscal. A mais antiga vinícola de La Rioja, na Espanha, foi repaginada pelo vencedor do Prêmio Pritzker. O ponto alto do projeto é o telhado, todo ondulado, construído com placas de titânio sobrepostas.
Transformado em cidade do vinho, o espaço abriga ainda museu, spa e hotel.
marquesderiscal.com

Monumento Maia
Da terceira geração da família, Nicolás Catena decidiu, no ínicio dos anos 2000, investir em uma nova bodega Catena Zapata em Mendoza, na Argentina. Chamou o arquiteto argentino Pablo Sánchez Elía, que traduziu seu desejo de criar um prédio inspirado numa antiga pirâmide maia de Tikal, sítio arqueológico na Guatemala.
catenawines.com

Adega Flutuante
Uma das mais tradicionais vinícolas de Saint-Émilion, sub-região de Bordeaux, na França, a Châteu Cheval Blanc ganhou um projeto arquitetônico assinado por Christian de Portzamparc. O espaço foi pensando a fim de aperfeiçoar o processo de vinificação. O tanque, curso como um copo de prova, melhora o processo de oxigenação da bebida.
chateu-cheval-blanc.com